PM do Rio aposta em Whatsapp e Facebook para denúncias

Por 123esite - Publicado em 10 jul, 2015

PMERJ

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) decidiu investir nas redes sociais em busca de uma forma de se aproximar da população, melhorar sua imagem e criar novos canais para denúncias.

O esforço inclui páginas no Facebook, contas no Instagram e números de Whatsapp para os batalhões.

 

Iniciado há menos de três meses com a criação da página oficial da PMERJ no Facebook, o movimento rumo às mídias sociais começou a se espalhar pelos 39 batalhões de todo o Estado, 38 UPPs da capital e demais unidades (que juntas somam mais de cem)e já surte efeito, com prisões e operações especiais realizadas a partir de denúncias feitas pelas redes ou pelo Whatsapp.

Em Teresópolis, no topo da serra fluminense, o carro-chefe das novidades tecnológicas tem sido o Whatsapp. O número do 30º Batalhão no aplicativo circula no vidro traseiro de 115 ônibus, e é veiculado por 15 segundos antes dos trailers nos cinemas da cidade, além de ser divulgado pelas redes sociais da polícia e pela imprensa local.

“É uma capacidade de reação imediata”, diz o industrial Hélio Neves, morador da cidade e presidente do Conselho Comunitário de Segurança.

Achei esta colocação (e muito mais a disponibilização destes eventos) perfeita! É exatamente o que você precisa quando está diante de algo complicado e tem que pedir ajuda sem chamar a atenção.

Se você quiser ler a notícia completa clique aqui.

Fonte: Portal IG – Tecnologia

Deixe seu comentário